Pneu BF Goodrich Largura 255 Altura 60 Aro 15 Letr ... Confira!

    Sorry, no Tweets were found.

O número de carros com mais de dez anos de fabricação em Barra Mansa está acima dos 50%. Segundo dados do Detran, a frota da cidade, atualmente, é de 62.506 veículos, sendo que 58,5% deles (36.569) foi construído antes de 2003, com os 41,5% restantes (25.937) saindo da fábrica na última década. Os números indicam que as pessoas estão cada vez mais optando por conservar o carro antigo em vez de adquirir um novo.

Para o professor de História Vinícius Cabral, são necessários vários cuidados para que o carro mais antigo possa trafegar junto com os outros, já que eles costumam apresentar defeitos ou lentidão, incomodando o trânsito.

- Quando o carro é bem conservado, ótimo. Mas, se não, eles ficam dando defeitos e atrapalhando o trânsito. Aí não é bacana. Aquela história de diminuir o tempo médio de uso de um automóvel (o que tiraria muitos carros velhos das ruas) é bom, porque aquece a indústria automotiva. O governo tentou fazer isso uma vez. Aliás, acho que carros com mais de 20 anos de uso só deveriam trafegar com licença especial do Detran (Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro). Acredito que a inspeção anual é mais rígida – explicou Vinícius, acrescentando que carros antigos emitem mais dióxido de carbono que os novos.

- Com o tempo o próprio dono deixa de prestar atenção na manutenção do veículo e na limpeza do filtro e do catalizador. E um filtro sujo é a mesma coisa de um carro sem filtro – concluiu o professor.

Orgulho do antigo

Cerca de 20 por cento dos carros de Barra Mansa têm mais de 20 anos de fabricação, e o carro de Natanael Corrêa faz parte desta estatística.

O advogado é o dono orgulhoso e apaixonado de um Del Rey 87, em perfeito estado de conservação.

- Amo meu carro. Cuido dele todo fim de semana desde que o comprei. Não me importo com o quanto eu gasto com ele. Meu Del Rey é melhor que muito carro zero nesta cidade. Quando se opta por manter um carro antigo, um clássico como o meu, é preciso muito carinho e cuidado, porque eles dão trabalho mesmo – explicou Natanael.

De acordo com a Guarda Municipal, o proprietário é orientado a retirar o veículo da via pública se o carro apresentar algum problema e for mantido estacionado por mais de cinco dias em um mesmo local. Se o proprietário não o fizer, o automóvel poderá ser removido, de acordo com o decreto 6212/2010.

Fonte: Diário do Vale